Busca corporativa: obtenha insights dos seus dados não estruturados

Os funcionários geralmente estão sempre tentando encontrar arquivos e outros tipos de conteúdo, assim como buscam nomes de websites nas mais populares ferramentas de busca na web. Apesar de ser impossível equipararmos uma ferramenta como o Google às soluções de busca corporativa, a tendência é que as tecnologias voltadas para o consumidor sigam apontando o caminho para as ferramentas corporativas.

A tendência do Bring Your Own Device (BYOD), em que os funcionários esperam ter no trabalho o mesmo que têm em casa como consumidores, mostra que não vai levar muito tempo para que os funcionários comecem a demandar o poder total das ferramentas de busca nas soluções de busca corporativa. Como as organizações vão poder oferecer isso?

A resposta está nos arquivos de metadados, que desempenham um papel crítico para tornar os resultados da busca corporativa mais inteligentes. Entenda por quê:

O que a busca corporativa pode aprender com o Google

Pouco sabemos sobre o algoritmos de busca das principais ferramentas da web, como Google, Microsoft e Yahoo – afinal, trata-se da sua fórmula secreta. Porém, no caso do Google, sabemos que informações de localização são usadas para ajudar a completar perguntas. Se você vive em São Paulo, por exemplo, o Google pode completar a busca “escolas de idiomas” para “escolas de idiomas na Bela Vista”, por exemplo.

As informações de localização são uma espécie de metadado, algo que, no ambiente de busca corporativa tem função semelhante à dos grupos de usuários. No ambiente de trabalho, o equivalente a esse dado seriam os aglomerados de usuários e grupos baseados nos grupos e departamentos mantidos no Active Directory, o uso dos dados, as buscas passadas e o conteúdo dos arquivos.

Isso significa que as buscas dos usuários podem receber influência dos acessos, do uso e das buscas de outros usuários da mesma equipe ou do mesmo departamento. Se o time de marketing tem buscado frequentemente o termo “planilha com roadmap de produtos”, e outros termos relacionados, a palavra-chave “roadmap de produtos” pode ser expandida com base na sabedoria popular contida em outras buscas similares do departamento de marketing.

Em um ambiente corporativo, também pode ser útil conhecer as atividades de todos os funcionários nos arquivos e organizar padrões similares, independente do deparamento ao qual pertençam, no mesmo grupo virtual. Logicamente, isso requer um conhecimento profundo dos padrões de atividade do usuário – disponíveis justamente nos metadados.

O futuro da busca corporativa

A nova geração da busca corporativa vai muito além das capacidades de encontrar documentos importantes. O modelo de busca precisa ser semelhante ao do Google e de outros mecanismos de busca. O sistema de arquivos é semelhante às páginas web, e os funcionários são como os consumidores de conteúdo, bem como os colaboradores em sua criação.

Para completar essas conexões, a busca corporativa pode usar um mecanismo análogo ao dos metadados da busca web, que são informações extras que dizem aos algoritmos qual conteúdo é mais importante que os outros. Em uma busca corporativa, esses metadados são encontrados em arquivos de sistema, no Active Directory e no uso dos arquivos pelos funcionários.

A tendência é que não demore muito tempo até que as empresas e os funcionários demandem dos executivos as mesmas capacidades dos mecanismos de busca da web.