Como a Varonis aprimora seus modelos de UBA

Em novembro de 2015, a Varonis introduziu modelos de ameaça UBA  para analisar automaticamente o comportamento e detectar ameaças durante o ciclo de vida de uma violação. Os modelos de ameaça UBA, que são o maior aprimoramento da Varonis DatAlert e está em versão beta, tem ajudado clientes a proteger seus dados – a partir de sinais de atividades ransomware recentes para capturar atividades incomuns em dados sensíveis.

Mas com notícias de novas invasões de dados acontecendo todos os dias, e novas variedades de ransomware surgindo o tempo todo, como manter a segurança?

Um laboratório de pesquisa de comportamento foi criado por essa razão.

Experts de segurança e cientistas de dados da Varonis continuamente introduzem novos modelos de ameaça baseados em comportamentos como parte do DatAlert Analytics, mantendo atualizado com os mais recentes problemas de segurança, APTs e ameaças internas.  Esse time dedicado é focado exclusivamente em criar novos modelos para melhor proteção dos seus dados, incluindo detecção de contas privilegiadas e integração com todas as atualizações de malware e criptografia.

Como as ameaças internas estão mais sofisticadas, novas táticas de segurança são adotadas. Algumas das coisas que os experts da Varonis vão focar nos próximos meses inclui:

-Detecção de conta e auto-perfil, para que você possa automaticamente detectar contas executivas e ver tentativas não autorizas de acesso a dados de executivos.

– Modelos de ameaça desenhados para alertas sobre novas variantes de Cryptolocker, para que você possa parar um ataque ransomware antes que perca o controle.

– Modelos de ameaça que detecte a exclusão de arquivos e bloquei o da atividade, então você pode localizar quando alguém tenta prejudicar ou destruir dados antes que seja concluído.

DatAlert Analytics é como ter o próprio laboratório de pesquisa de comportamento atualizado com os mais recentes ataques de segurança e desenvolver mais maneiras de combater ameaças internas.

 

Varonis