Conheça 10 serviços de compartilhamento de arquivos

Compartilhamento de arquivos

A quantidade de dados transmitidos pela internet é gigantesca. Entretanto, às vezes é um desafio encontrar uma ferramenta que seja capaz de lidar com compartilhamentos de arquivos que atendam as necessidades de empresas e usuários.

Há vários fatores a serem lembrados antes de iniciar o compartilhamento ativo de arquivos. Vamos examinar os principais pontos positivos e negativos.

Prós

  • Permite transferir arquivos grandes por uma conexão de rede
  • Facilita a colaboração com pessoas em todo o mundo
  • Reduz a necessidade de manter um servidor de arquivos central que esteja sempre online

Contra

  • A quantidade de largura de banda necessária pode ser cara
  • Dificuldade de rastrear o que acontece com um arquivo depois que ele é compartilhado publicamente
  • Maior risco de adquirir um vírus ou outro tipo de malware a partir de um arquivo remoto

Compartilhamento seguro de arquivos

Agora, vamos dar uma olhada em algumas práticas para garantir que as sessões de compartilhamento sejam seguras:

  1. Escolha um serviço que ofereça criptografia de ponta a ponta.
  2. Sempre verifique as configurações de permissões.
  3. Se um arquivo não for mais necessário, remova-o totalmente do sistema

Tipos de compartilhamento de arquivos

Antes de começar a distribuir arquivos pela internet é preciso determinar qual método e protocolo será usado. A decisão deve ser baseada em quais tipos de arquivos serão movidos e quem os receberá.

Protocolo de transferência de arquivos (FTP)

As ações de FTP podem ser executadas por meio de uma janeira do prompt de comando ou de uma ferramenta com uma interface do usuário.

Peer to Peer (P2P)

O objetivo de uma transferência de arquivos P2P é remover a necessidade de um servidor central que hospede os dados. Em vez disso, clientes individuais se conectam a uma rede distribuída de pares e concluem as transferências por meio de suas próprias conexões de rede.

Cloud Services


Com um serviço de compartilhamento na nuvem, todos os dados são hospedados em um provedor terceirizado, que permite o compartilhamento com outros usuários, embora os usuários possam especificar quais tipos de níveis de permissão colocar nos arquivos.

Provedores de e-mail

Sempre que você anexa um documento a uma mensagem, está iniciando um compartilhamento de arquivos pela internet.

Armazenamento removível


Isso significa que você está repassando dados para uma unidade USB ou HD externo e conectando esse dispositivo em um computador de destino.

Como selecionar a melhor opção de compartilhamento de arquivos


Depois de determinar qual o método de compartilhamento que será usado, é hora de escolher um serviço ou produto individual. Aqui algumas dicas sobre o que considerar:

  • Preço – Alguns serviços cobram antecipadamente, mensamente ou anualmente. Em alguns casos, pode ser preciso pela largura de banda usada durante a transferência
  • Segurança – Pesquise como as informações são armazenadas e o que o provedor faz para protegê-las
  • Compatibilidade – Descubra que tipos de dispositivos e sistemas operacionais suportam as transferências de arquivos
  • Limitações – Antes de investir em um serviço de compartilhamento, certifique-se de identificar limites ou restrições que o provedor possui em termos de número de arquivos compartilhados ou quantidade total de dados armazenados

Na maioria dos casos, uma solução em nuvem atende às necessidades de uma empresa.

  1. Box
    Foi um dos primeiro serviços de armazenamento na nuvem. Permite que usuários e empresas centralizem  seus dados e compartilhem com outras pessoas. Oferece uma opção gratuita e outras pagas. Os planos mais baratos são muito limitados e apresentam problemas para visualização dos arquivos.
  2. Dropbox
    O Dropbox fornece um local único para que usuários e empresas armazenem seus dados. A sincronização é um dos pontos fortes, pois o Dropbox possui aplicativos nativos para dispositivos  móveis. Todos os arquivos são criptografados e permitem uma experiência diretamente na área de trabalho.
  3. Egnyte
    Atende principalmente a usuários corporativos que desejam manter um controle rígido sobre os arquivos compartilhados. Vem com diversos recursos e permite integrar o serviço a diversos outros aplicativos por meio de uma API. Entretanto, sua utilização e configuração são complexas.
  4. Google Drive
    Foi um dos primeiros serviços a trazer a colaboração de documentos para a nuvem em conjunto com o Google Docs, que também funciona como um ótimo serviço de compartilhamento de arquivos. Como todos os serviços do Google, exige uma conta da empresa , entretanto, oferece 15 gigabytes de graça.
  5. iCloud
    A Apple, constantemente, faz melhorias em sua solução iCloud. Todos os novos computadores e dispositivos com iOS vêm com o iCloud Drive instalado e faz a sincronia automaticamente. Tem integração limitada com o Windows e novos usuários recebem apenas 5 GB e armazenamento.
  6. MediaFire
    É uma plataforma baseada em nuvem ainda pequena e pode ser usada em um navegador ou dispositivos móveis. Visa ser uma solução simples para usuários que não precisam de recursos sofisticados. Não tem limitações de largura de banda, faz downloads em massa rápidos, mas o plano básico inclui anúncios e opções limitadas de colaboração.
  7. OneDrive
    A Microsoft transferiu a maioria dos seus produtos para a nuvem, assim, a ferramenta OneDrive se tornou parte essencial do Windows. Usuários individuais podem fazer backup de seus dados e criar pastas compartilhadas. Não oferece suporte para o Mac OS e pode sofrer com velocidades lentas de upload e download
  8. SecureDocs
    É considerado uma sala de dados virtual e foi projetado para atender às empresas que enfrentam fusões ou aquisições e precisam de um serviço seguro de compartilhamento. A empresa conta com planos de assinatura mensais que comportam número ilimitado de usuários, e também opções de logon único. Oferece integração limitada e configurações de permissões complexas
  9. Sugarsync
    Pode ser executado em computadores Mac ou Windows e oferece sincronização fácil. Conta com padrão de segurança equivalente ao setor bancário. Não há opção gratuita e as velocidades de sincronização podem ser lentas
  10. WeTranfer
    Pretende ser o serviço de compartilhamento mais simples de ser usado. Permite o envio de qualquer arquivo para um endereço de e-mail ou a criação de um link para ser enviado para outros usuários. Não conta com recursos de segurança e tem limite de 2 GB por transferência.

Dados são, muitas vezes, os ativos mais valiosos de uma empresa e devem sempre estar protegidos.  Solicite um teste grátis e descubra o que a Varonis pode fazer pela sua empresa.