Empresa multinacional migra arquivos para nuvem com o DatAdvantage

A Dayton Superior é líder na indústria de fabricação de concreto não residencial para construção. Com milhares de produtos utilizados em mais de um milhão de construções, pontes e outras estruturas por todo o mundo, a Dayton Superior tem a necessidade contínua de monitorar e proteger a informação em sua rede.

A empresa, baseada em Ohio, foi a primeira a utilizar o DatAdvantage, muitos anos atrás, após uma grande aquisição na qual os funcionários foram incorporados em um único departamento de TI. O DatAdvantage deu à Dayton Superior uma profunda visibilidade dos arquivos em sua própria rede de contatos. Pela primeira vez, a companhia pode localizar arquivos perdidos e bloquear acesso para usuários individuais, departamentos ou times de projeto.v

Hoje, aproximadamente sete anos após a Dayton Superior contatar a Varonis em busca de insights para suas premissas de sistemas de TI, a empresa vai utilizar DatAdvantage para seus novos locais baseados em cloud com Microsoft Office 365, OneDrive for Business e SharePoint.

Movendo para a nuvem, a Dayton Superior visa diminuir a necessidade de armazenamento interno, ao mesmo tempo em que oferta aos seus funcionários acesso flexível à documentação por dispositivos remotos. Uma vez que a migração esteja completa, o DatAdvantage vai continuar ajudando a empresa com monitoração de atividades, acompanhamento de usuários e controle do acesso dos usuários aos arquivos em sua network.

A solução Varonis

A Dayton Superior utiliza o Varonis DatAdvantage para proteger os dados que estão sendo migrados para Microsoft Office 365 One Drive for Business e para o sistema de armazenamento em nuvens SharePoint.

A empresa tem utilizado o DatAdvantage para ganhar informações dentro de suas próprias premissas dos sistemas de TI por quase sete anos, e agora vai focar o seu produto para este novo ambiente baseado em nuvem, com o objetivo de reduzir o uso de armazenamento interno para dar aos funcionários a flexibilidade de acessar os arquivos em dispositivos remotos.

“Ser capaz de compreender como nossos arquivos estão sendo utilizados, com que frequência, de que maneira e por quem nos ajuda a tomar decisões sobre quais aplicações e produtos de gerenciamento de web continuarão nos dando suporte”, conta Bobby Keller, engenheiro de sistemas sênior da Dayton Superior. A Dayton Superior planeja lançar a sua integração nos próximos três ou quatro meses.

O Varonis DatAdvantage informa a empresa sobre o status destes arquivos por meio de um relatório de status gerado automaticamente toda semana. Keller conta que muitas vezes ele próprio envia estes relatórios para a sua gerência, então eles são alertados sobre o que está acontecendo em sua própria rede interna. Uma vez que a integração com OneDrive/SharePoint esteja completa, Keller deseja que estes relatórios sejam encaminhados para os proprietários de todos os dados, a fim de que eles possam ver em uma base contínua quem esteve acessando seus dados.

Além disso, a Dayton Superior aumentou seu gerenciamento e advogados tem encontrado valor na manutenção de registros das atividades de usuário, principalmente em casos de propriedade intelectual de companhias ou dados críticos.

“O DatAdvantage também permite que a nossa empresa adicione uma camada de proteção para as grandes quantidades de cópias ou processos de deletar dados pelos funcionários”, conta Keller. “Se necessários, somos capazes de utilizar o DatAdvantage para propósitos de litígios”.

Uma História de Transparência

Originalmente, a Dayton Superior implementou o DatAdvantage para prover informações em seu ambiente de domínio após a aquisição do Symons. Inicialmente, a empresa gerenciou ambos os domínios, com ambas ainda operando independentemente. Atualmente, devido a operações simplificadas, o time de TI da empresa ficou atarefado com o colapso dos funcionários das companhias entrando em um único ambiente – sem nenhuma redução de tempo. Keller descreve o ambiente do domínio antes da Varonis como muito superficial.

“Nós não tínhamos informação sobre quem tinha acessado qual arquivo e não tínhamos noção se nosso CIFS (Commom Internet file System) tinha sido programado para compartilhar o acesso a ‘qualquer um’, mesmo em nosso Drive do grupo, onde cada pasta deveria ser travada individualmente, baseada nos projetos ou nos acessos permitidos para departamentos específicos”, conta.

Keller conheceu a Varonis em um evento de parceiros, e com a ajuda de um engenheiro da Varonis, ele implementou sua solução DatAdvantage. A integração levou apenas algumas horas.

“Isto faz a nossa vida muito mais fácil”, conta Keller. “Nós tínhamos um monte de ligações sobre arquivos perdidos e pastas, e 90% do tempo, o usuário renomeava a pasta ou arrastava e a colocava em algum lugar. O DatAdvantage tornou isso mais simples para ver o que acontece e aonde”.

O programa também permitiu que a Dayton Superior identificasse arquivos que nunca foram usados, mas ocupavam espaço. Depois que o DatAdvantage começou a localizar estes arquivos, o departamento de Keller ficou capacitado a limpar estes dados estagnados.